27.09.22

Gestão de Pessoas: Boas Práticas Apoiadas em Tecnologia

Evento Híbrido e Gratuito

A digitalização na gestão das pessoas: uma mudança paradigmática

A nova era digital veio acelerar os fluxos operacionais das empresas e a área dos recursos humanos não foi exceção. Saiba como a digitalização na área da gestão de pessoas trouxe uma vantagem competitiva para as empresas.
digitalização
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Porque são as empresas tão resistentes a esta transição para o meio digital? A resposta é simples e está, na maioria dos casos, relacionada com o facto de se tratarem de soluções tipicamente caras cujos benefícios acabam por não compensar o investimento. Para além disso, muitas empresas resistem à mudança porque acreditam que se o processo funcionou até agora, não há necessidade de o alterar. Não obstante, outra das razões que pode ser tida em conta é o facto de se tratar de um tema que ainda não foi devidamente consolidado no mercado – e se isto é apenas uma “moda” e daqui a uns tempos já não se justificar esta transição?

Os últimos dois anos vieram intensificar a necessidade da digitalização nos processos de gestão – principalmente na gestão de recursos humanos. A pandemia COVID-19 colocou enormes desafios às empresas que tiveram de se reinventar e renovar, de uma forma urgente, os seus procedimentos.

Mas porque haverá esta necessidade tão grande em transitar para o mundo digital? Será apenas para reduzir as cargas burocráticas intrinsecamente associadas aos processos de recrutamento? Não só. Na verdade há vários motivos que explicam este sentido de urgência:

  • Escassez de talento
  • Experiência do colaborador
  • Mais rapidez e menos erros
  • Mais tarefas em menos tempo
  • Controlo de processos
  • Inteligência coletiva
  • Sistema de avaliação 360º
  • People analytics

Nos dias que correm, e em muitos setores de atividade, existem mais vagas do que candidatos. Recrutar através de um anúncio onde todas as candidaturas vão chegar à mesma caixa de email já não é viável. Assim, é crucial recorrer a um software de gestão de recrutamento que permita que o candidato possa submeter os seus documentos e acompanhar o estado da sua candidatura num só portal.

A experiência do colaborador – employee journey – é cada vez mais importante na gestão de pessoas. Os modelos híbridos de trabalho vieram para ficar e a sua implementação também contribui para a retenção do talento e para um maior nível de engagement. A procura do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional normalizou-se e o colaborador deve sentir-se ativo neste processo, assumindo controlo sobre a sua vida e as suas funções na empresa, a partir de qualquer lugar e a qualquer momento.

As equipas estão cada vez mais reduzidas e, por isso, é necessário alocar os recursos para as tarefas em que a sua presença e acompanhamento é crucial. Ter uma solução tecnológica completa que agilize todos os processos burocráticos e administrativos como o cálculo de férias, faltas, subsídios de alimentação torna-se imprescindível, não só pelo tempo que vai ganhar como também pelos erros que vão ser evitados. Deste modo, pode alocar os seus recursos humanos a outras áreas que tragam um maior retorno para a empresa como, por exemplo, o acompanhamento dos líderes, a escuta ativa dos colaboradores ou o desenvolvimento de projetos na área da cultura, valores ou bem-estar e felicidade organizacional.

Para além destes aspetos, um software de gestão integrado permite ainda ter um maior controlo sobre tarefas essenciais, como é o caso do payroll. Um possível engano no processo de payroll pode pôr em causa a credibilidade da empresa, além de deixar os seus colaboradores numa situação delicada. Assim, a digitalização da área de processamento salarial permite emitir e liquidar os vencimentos, gerir e processar férias e faltas e também outras despesas de forma automática, fiável e descomplicada.

Os últimos anos têm revelado um maior foco das empresas na melhoria dos sistemas de avaliação de colaboradores. Tradicionalmente conhecidos por processos complexos e desconfortáveis, estes têm vindo a ser modernizados, assumindo agora uma abordagem 360º. Isto quer dizer que a avaliação deixou de ser puramente hierárquica, começando a contemplar outras perspetivas e dinâmicas, como a perceção que o colaborador tem do seu líder, a avaliação de pares ou clientes internos e a autoavaliação. Com uma avaliação 360º é possível ter uma visão completa do estado em que se encontra a empresa ao nível de recursos humanos, analisando a performance individual do colaborador e ainda os aspetos a melhorar de forma a apostar no desenvolvimento de um plano de atuação sobre as áreas com maior fragilidade.

Com uma digitalização na área da gestão de pessoas é possível ganhar uma vantagem competitiva – ter acesso imediato a dados que contribuem para a análise da performance da empresa, como indicadores de níveis de sucesso, dashboards e snapshots – tudo o que inclui o people analytics.

E agora? Não pense duas vezes – está na altura de otimizar o seu tempo e os seus recursos. Adote um software de gestão integrado e completo para a sua empresa e deixe que este trabalhe por si.

Já conhece o
PHC GO?

Gestão completa na cloud, faturação certificada, processos automatizados e tesouraria ágil
Software de gestão online para pequenas empresas

Este site requer um navegador mais atualizado para obter a aparência e usabilidade requiridas.

Para usufruir da melhor experiência e conhecer a PHC Software e os seus produtos, deverá aceder através de outro browser mais recente como Google Chrome, Firefox ou Safari.