27.09.22

Gestão de Pessoas: Boas Práticas Apoiadas em Tecnologia

Evento Híbrido e Gratuito

Gestão de pessoas: menos burocracia, mais autonomia

O mundo dos recursos humanos é um desafio. Longe de se dedicarem exclusivamente ao processamento de salários, hoje a exigência é grande: se por um lado a burocracia é cada vez maior, por outro a gestão de pessoas exige mais disponibilidade.
Gestão de pessoas: menos burocracia, mais autonomia
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O mundo está a revolucionar os modelos de trabalho habituais e, com eles, chegam também novos desafios que líderes e empresas têm de enfrentar e a quem é exigida a melhor resposta.

Uma experiência positiva e inspiradora que só consegue ser verdadeiramente digital através de tecnologia especializada e preparada para acompanhar o colaborador ao longo da sua jornada na empresa.

Com o modelo híbrido a reunir cada vez maior consenso nas empresas e a necessidade crescente de alinhar equipas e objetivos, são quatro os grandes desafios que hoje os departamentos de RH têm de enfrentar:


  • Captar e reter o talento na empresa
  • Garantir o controlo e a organização do trabalho
  • Tomar decisões mais rápidas e eficazes
  • Reduzir a carga administrativa

O Human Capital Management propõe um novo modelo de gestão integrada de pessoas, destinado a dar resposta aos desafios que hoje as organizações enfrentam e assenta em quatro pilares cruciais na employee journey de uma empresa:


1 Atração e recrutamento de talento

2 Liderança e desenvolvimento

3 Cultura e bem-estar, agilidade no trabalho

4 Gestão administrativa e payroll

Bem-vindos ao novo mundo da gestão de pessoas

Tendo como ponto de partida a tecnologia analítica e partindo de ferramentas de automatização, controlo e monitorização, o HCM permite acompanhar indicadores relativos aos objetivos da organização – produtividade, absentismo, entre outros – avaliando o grau de satisfação, a motivação dos colaboradores e o seu envolvimento com a organização.

Uma inteligência coletiva onde várias experiências são vividas em prol da organização, fomentando a inovação e a criatividade de todos.

Mas para além da visão do todo, esta nova metodologia da gestão de pessoas permite acompanhar cada colaborador em particular, sendo mais fácil perceber como é que cada jornada deve ser conduzida para melhor potenciar competências e proporcionar bem-estar físico e psicológico.

Ou seja, ao libertar os departamentos de recursos humanos de muita da burocracia que lhes compete, o Human Capital Management permite criar uma experiência inspiradora para os colaboradores com o intuito de potenciar o desenvolvimento das pessoas, aumentar a produtividade e gerar valor acrescentado para o negócio.

Empresas mais colaborativas, produtivas e sustentáveis em que as análises de dados têm papel de destaque, ajudando os gestores a acompanharem os resultados, identificando os pontos onde deve atuar.

Fazer mais com os mesmos recursos

De acordo com um relatório da Bloomberg BNA’s HR Department Benchmarks and Analysis, por cada 100 colaboradores, as equipas de recursos humanos têm, em média, 1.4 pessoas dedicadas a tempo inteiro.

Um rácio que atualmente atinge um máximo histórico devido ao crescimento sem precedentes da força de trabalho e da carga adicional sobre as equipas de RH, que precisam de um software que cumpra as exigências e vá mais longe do que foi até agora.

Mas numa altura tão determinante para o recrutamento e retenção de talento nas organizações, como é que estas equipas conseguem reduzir o trabalho administrativo para ganhar mais tempo na gestão de pessoas?

A solução pode passar, na maioria dos casos, por garantir um self-service do colaborador que simplifique as tarefas e permita poupar tempo: haverá alguém mais qualificado para desenvolver tarefas extremamente pessoais – férias, faltas, despesas e horas extraordinárias – do que o próprio colaborador?

Para além de se sentirem mais participativos e informados – tendo acesso a informação que, de outra forma, não estaria disponível – as equipas administrativas têm também oportunidade de se concentrarem noutro tipo de atividades mais produtivas e, até, proativas.

Só assim é que todos poderão ficar a ganhar, tanto os colaborador, como o departamento de RH e os líderes ou supervisores.

Mas há mais.

Para além do self-service do colaborador, é necessário que os departamentos de RH estejam preparados para assumir uma gestão do processamento de salários ágil, garantindo, claro, o processamento não só do vencimento base, mas também de vários elementos – como o subsídio de refeição, horas extraordinárias, entre outros – a partir de qualquer dispositivo.

Para além disso, o total cumprimento de obrigações legais e fiscais fica assegurado. Com uma solução de HCM deixa de perder tempo com estas questões, sem margem de erro.

O canal de denúncia é um outro bom exemplo de como o software pode fazer a diferença, poupando recursos. As empresas com 50 ou mais colaboradores têm de implementar canais de denúncia. O software não só garante o seu cumprimento, como simplifica todo o processo.

Só através de departamentos de recursos humanos mais disponíveis é possível elevar a performance da gestão de pessoas na empresa a um outro nível e com toda a eficácia. Essa é, aliás, a mais valia que o Human Capital Management traz às empresas.


O triunfo do talento

As pessoas estão primeiro e a sua motivação é trabalhar numa empresa que rentabiliza, em qualidade, o trabalho dos seus colaboradores.

Porque o todo é mais do que a soma das partes, é preciso acautelar todos os momentos da employee journey de forma a tornar as equipas mais produtivas, os objetivos mais tangíveis e que fazem do trabalho uma experiência inspiradora, potenciando as competências de cada um.

Ainda assim e de forma a garantir que os gestores têm a capacidade de tomar as melhores decisões assentes num acompanhamento cuidadoso às pessoas, o Human Capital Management fornece ainda as melhores ferramentas e dashboards que incorporam as melhores práticas de people analytics, permitindo identificar onde e como atuar.

Apesar de serem inequívocas as vantagens que o Human Capital Management traz às empresas, um estudo desenvolvido pelo IIRH – Instituto de Informação em Recursos Humanos –, revelou que 18% das organizações não tinham ainda iniciado o processo de digitalização da função de gestão de pessoas.

Um dado curioso, já que está generalizada a ideia de que as empresas que conseguem recrutar e reter os melhores talentos ganham uma vantagem competitiva em relação às demais.

Cláudia Cerqueira é customer success manager da GoodHabitz. De acordo com um artigo recente publicado na revista Human Resources, segundo ela “as empresas têm de ouvir o mercado e adaptar a oferta às suas necessidades” porque “no final, o desafio resume-se a mudar e diferenciar-se ou ser vencido pela concorrência”.


Quer saber como potenciar o recurso mais precioso da sua empresa?

Com a solução de Human Capital Management da PHC, querer é poder.




Já conhece o
PHC GO?

Gestão completa na cloud, faturação certificada, processos automatizados e tesouraria ágil
Software de gestão online para pequenas empresas

Este site requer um navegador mais atualizado para obter a aparência e usabilidade requiridas.

Para usufruir da melhor experiência e conhecer a PHC Software e os seus produtos, deverá aceder através de outro browser mais recente como Google Chrome, Firefox ou Safari.