20 de Julho, 2022

KPI e OKR: descubra as diferenças

A vida de uma empresa divide-se em dois universos: por um lado, o trabalho operacional do dia a dia, denominado Business As Usual e assente em KPI; por outro, a estratégia e a necessidade de lidar com a mudança e os imprevistos através de OKR. Mas afinal, quais as grandes diferenças entre estes dois conceitos?

Os OKR são uma metodologia de gestão de metas com alto impacto nos resultados, garantindo o alinhamento de todas as equipas na estratégia da empresa.

Porquê que isto acontece?

No dia a dia de trabalho, as equipas estão envolvidas nos KPI e no Business as Usual, ocupando cerca de 85% da atividade da empresa.

Para além disso, o BAU ocupa-se dos processos habituais da empresa que servem para entregar um bom produto ao cliente de forma sustentável, centradas no objetivo de ter clientes, colaboradores e acionistas satisfeitos.

Então, quais as diferenças entre KPI e OKR? Como é que os objetivos e os resultados chave podem articular-se de forma a darem foco aos resultados mais importantes, facilitando uma tomada de decisões mais acertada?

KPI: Key Performance Indicator | Indicador-chave de performance

  • Gestão do desempenho do sistema e dos processos de uma empresa;
  • Valor quantitativo;
  • Acompanhamento das métricas do negócio baseado no método SMART, assente em 5 fatores S (específica), M (mensurável), A (atingível), R (relevante) e T (temporal);
  • Avaliam o estado de saúde de cada área da empresa;
  • São indicados pela administração – top down;
  • No mínimo tem de ter a duração de um ano para fazerem sentido – geralmente duram muito mais que um ano;
  • Sendo o KPI um indicador, deve ter limites inferiores ou superiores para ser possível monitorizá-lo.

OKR: Objectives and Key Results | Objetivos e resultados-chave

  • Criados para gerir a mudança, executar a estratégia, foco em algo que é diferente, complexo ou estratégico;
  • Assenta em ciclos que permitem acompanhar e concretizar, passo a passo, os objetivos imediatos da sua empresa – normalmente com a duração de três meses;
  • Gestão de metas que garante o acompanhamento e alinhamento das equipas, que têm oportunidade de contribuir para a definição de OKR – bottom up e top down;
  • Estrutura composta por um objetivo – que deve ser inspirador – e por vários key results – ou seja, é uma composição de vários elementos;
  • A função dos key results é esclarecer e retirar a ambiguidade de um objetivo e, para isso ser possível, é necessário ter um valor inicial – no início do ciclo – e uma valor final – onde queremos chegar no final do ciclo.
  • Mudam consoante a estratégia e a área que queremos trabalhar.

Passando da teoria à prática, vamos mostrar as diferenças entre KPI e OKR através de exemplos de várias áreas da empresa:

Recursos Humanos

KPI: Melhorar a Rotatividade na empresa – saudável abaixo de k

OKR: Fazer com que os colaboradores adorem trabalhar na PHC

  • Key Result 1: passar a retenção de x para y
  • Key Result 2: passar a rotatividade de z para w

Área financeira

KPI: Prazo médio de Recebimento – saudável abaixo de X%

OKR: Aumentar cash flow da empresa

  • Key Result 1: Passar o prazo médio de recebimento de x dias para y dias.
  • Key Result 2: Reduzir volume de dívidas de clientes de z para w

Marketing

KPI: Bounce Rate – saudável se inferior a x%

OKR: Aumentar aquisição de novos clientes

  • Key Result 1: Aumentar as visitas mensais ao site de x para y
  • Key Result 2: Diminuir o bounce rate no site de x para w

Para implementar o ciclo de OKR ideal para a sua empresa, é importante analisar cuidadosamente as suas particularidades e ter em mente que apesar de ser simples, a implementação desta metodologia é desafiante.

Requer, por isso, disciplina. Este é o fator determinante para garantir o sucesso.

No fim de implementados os OKR, teremos uma empresa mais alinhada e ágil para reagir ao que é importante: aproveitar oportunidades e contrariar adversidades em tempo útil.

Eleve a performance do seu negócio através desta metodologia multi-disciplinar e colaborativa, em que todos estão alinhados e conscientes dos objetivos da empresa a cumprir.


Ainda tem dúvidas?

Ricardo Parreira, CEO da PHC Software, explica-lhe a diferença entre KPI e OKR através deste vídeo:

Já conhece o
PHC GO?

Gestão completa na cloud, faturação certificada, processos automatizados e tesouraria ágil
Software de gestão online para pequenas empresas

Este site requer um navegador mais atualizado para obter a aparência e usabilidade requiridas.

Para usufruir da melhor experiência e conhecer a PHC Software e os seus produtos, deverá aceder através de outro browser mais recente como Google Chrome, Firefox ou Safari.