O cálculo de retenção na fonte de IRS vai mudar em menos de 2 meses: a sua empresa está preparada? O que muda em 2023.

Sabia que no processamento de salários de julho, já vai ter de cumprir com as regras do novo modelo de retenção na fonte de IRS? Estas medidas têm impacto tanto para as empresas, como para os seus colaboradores.
O cálculo de retenção na fonte de IRS vai mudar em menos de 2 meses: a sua empresa está preparada? o que muda em 2023.

Conheça as mudanças que traz este novo modelo de retenção na fonte e como afetarão o dia a dia das organizações e das pessoas:

O que é o novo modelo de retenção na fonte?

A partir do mês de julho de 2023, inclusive, o processamento salarial tem de ser efetuado pela empresa tendo em conta, não apenas novas tabelas de retenção na fonte, como novas fórmulas de cálculo.

Trata-se de um novo modelo de retenção na fonte cujo objetivo é claro: tornar o sistema mais uniforme e transparente, reduzindo as diferenças entre o que é retido mensalmente e o imposto final a pagar ou a receber pelo trabalhador.

A par de novas tabelas de retenção, existem ainda novos cálculos a efetuar pela empresa na altura do processamento salarial. Desta forma, o cálculo deve ter em conta:

  • A taxa de retenção na fonte;
  • A parcela a abater, indicada na tabela respetiva;
  • O número de dependentes a cargo, uma vez que por cada dependente o novo modelo prevê a inclusão de uma parcela adicional de valor fixo por cada tabela, a abater mensalmente.

Resumidamente, o cálculo de imposto a reter por cada colaborador será:

Novo cálculo de retenção na fonte de IRS

Quais são os impactos para as empresas?

A partir do 2º semestre de 2023, é preciso garantir que todo o processamento salarial da empresa é calculado e processado, segundo os novos cálculos e tabelas de retenção na fonte (de 6, passam a ser 10).

Para além disso, há que alterar eventuais processos de contabilidade para garantir o correto fluxo de caixa, previsão financeira e processo interno de entrega ao Estado do imposto retido.

Um outro impacto importante é a relação com os colaboradores: com alterações neste imposto sobre os rendimentos, os colaboradores poderão precisar de esclarecer dúvidas sobre os novos cálculos. Há, por isso, que acautelar uma comunicação clara e transparente sobre as mudanças e o seu impacto nos salários.

Quais são os impactos para os colaboradores

Como referimos, o novo modelo de retenção a entrar em vigor visa tornar o processo mais uniforme e transparente, reduzindo a diferença entre o que é retido mensalmente por cada um e o imposto final a pagar ou a receber.

É também importante referir que na maioria dos casos os colaboradores poderão sentir um aumento do vencimento líquido mensal, mas no final do ano o reembolso (ou pagamento) deverá ser também menor, uma vez que este ajuste do imposto retido está maioritariamente feito.

Para aqueles que possuem outras fontes de rendimento para além do salário, a retenção na fonte pode não ser suficiente para cobrir o imposto final devido, o que pode gerar surpresas no momento de acertar as contas.

Descubra todas as potencialidades do software PHC CS através de uma demonstração personalizada.

As alterações ao modelo de retenção de IRS impactam tanto a vida financeira dos cidadãos como no processamento salarial das empresas.
Conhecer o impacto e preparar-se para ele traz uma mudança mais rápida e sem entropias.
Prepare-se e prepare a sua empresa.

Já conhece o
PHC GO?

Gestão completa na cloud, faturação certificada, processos automatizados e tesouraria ágil
Software de gestão online para pequenas empresas

Transformação Digital nas Empresas

Faça já o teste e identifique as áreas onde deverá atuar primeiro.

Este site requer um navegador mais atualizado para obter a aparência e usabilidade requiridas.

Para usufruir da melhor experiência e conhecer a PHC Software e os seus produtos, deverá aceder através de outro browser mais recente como Google Chrome, Firefox ou Safari.